Abertas pré-inscrições para projeto Um Ano em Missão

Projeto motiva jovens a desenvolver integralmente seu compromisso com a missão. Milhares participam no mundo e ajudam, por exemplo, a plantar novas igrejas.

O Ministério Jovem da Igreja Adventista do Sétimo Dia na América do Sul abriu a temporada de pré-inscrições do projeto Um Ano em Missão. A ideia é reunir jovens solteiros, entre 18 e 35 anos de idade, com Ensino Médio completo, dispostos a dedicar um ano inteiro de suas vidas integralmente à missão de pregar o evangelho.

Para ver todos os detalhes sobre a pré-inscrição, clique aqui.

Para entender a essência do Um Ano em Missão (ou One Year in Mission – OYM), é preciso conhecer a experiência de gente como a mineira Luana Oliveira, de 23 anos. Atualmente ela participa do projeto na região de Vargem Bonita, em Brasília, junto com outros 12 jovens de vários lugares diferentes do país.

Nascida em Betim, Minas Gerais, sempre teve forte vocação para ser líder. Aos 18 anos, coordenava áreas missionárias na sua congregação local. Em 2016, recebeu o chamado para ser missionária em uma comunidade pobre de Preventório, na cidade de Niterói, Rio de Janeiro.

Na prática, Luana e outros participantes se envolveram com projetos de claro benefício à população local em um contexto caracterizado pela violência e criminalidade. E, claro, o trabalho de ensino da Bíblia era uma das mais importantes atividades desenvolvidas. “Ficamos felizes em ver o resultado do trabalho ali. Fundamos um clube de desbravadores com 35 participantes e hoje temos mais de 70 adolescentes que se reúnem ali”, lembra.

Contato com as pessoas e crescimento

O que seria a experiência de apenas um ano durou o dobro do tempo. Quando o projeto acabou, Luana imaginou que era a hora de seguir para a faculdade de Psicologia. Mas os planos de Deus pareciam ser outros. Uma oração sincera em busca de uma definição quanto ao futuro foi feita e a resposta veio de forma inusitada. Um pastor ligou para ela dizendo que a aguardava em um novo desafio do projeto Um Ano em Missão. Desta vez, em Brasília. Luana diz que não conseguiu resistir ao convite.

A jovem mineira reconhece que sua vida mudou completamente ao participar do projeto Um Ano em Missão. O crescimento e o aprendizado espirituais foram notáveis, especialmente por conta do contato direto com as pessoas. “Eu entendo que missão é mostrar às pessoas que nós somos amigos delas. Eu sempre digo à equipe que a gente tem de fazer as pessoas se sentirem parte de uma família”, ressalta.

Luana e os outros jovens mantêm um programa de aproximadamente 100 estudos bíblicos com adultos, crianças, jovens e adolescentes e atendem a 20 famílias. Até o mês de outubro, pelo menos seis pessoas tomaram a decisão de ser batizadas e se unir à Igreja Adventista do Sétimo Dia.­­

Seleções regionais

Segundo o organizador sul-americano do projeto Um Ano em Missão, pastor Carlos Campitelli, jovens podem seguir o exemplo de Luana e se inscrever para participar do projeto. No mundo, dois mil missionários servem por meio desta iniciativa. Já nos oito países sul-americanos atendidos pela Divisão Sul-Americana da Igreja Adventista, atualmente são 106 equipes com 1.187 missionários. Desde 2014, somente na América do Sul, 3.794 jovens passaram pela experiência de Um Ano em Missão.

Campitelli explica que, após a pré-seleção, os jovens cadastrados passam por seleções regionais realizadas por líderes do Ministério Jovem. Os escolhidos são chamados a participar das equipes. E sempre com a possibilidade de poder servir em um estado ou até um país diferente do seu de origem.

Veja o vídeo sobre o projeto para 2020:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *